14/02/2017

Resenha: The Walking Dead – A Queda do Governador: parte 1


Título: A Queda do Governador: parte 1
Autores: Robert Kirkman e Jay Bonasinga
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501100665
Ano: 2014
Páginas: 265
Compre: Aqui

Sinopse:

Após conquistar milhões de fãs ao redor do mundo e vender mais de 200 mil exemplares apenas no Brasil, a franquia de zumbis mais celebrada da década está de volta. O terceiro — e último — livro, 'The Walking Dead - A Queda do Governador', promete contar em detalhes o destino desse que é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos. Com seu senso doentio e muito particular de justiça, ele força prisioneiros a lutarem contra zumbis em uma arena, para delírio dos moradores entediados.
No primeiro volume, 'A Ascensão do Governador', descobrimos como ele se tornou esse homem e qual a origem de suas atitudes extremas. Já no segundo, ' O Caminho Para Woodbury', acompanhamos suas interações com os moradores. E do que ele foi capaz para que a cidade murada fosse um local seguro no qual as pessoas pudessem viver em paz em meio ao apocalipse zumbi. E do que um grupo de humanos errantes é capaz para alcançar esse aparente paraíso.

Resenhas anteriores:


A Ascensão do Governador 
O Caminho para Woodbury


Resenha:
A resenha pode conter spoiler dos livros anteriores

Cheguei ao início do aguardado episódio de The Walking Dead: A Queda do Governador parte um. Estava ansiosa para rever os personagens da série, sem ser o Governador, mas infelizmente coloquei muita expectativa nesse livro, ouso dizer que foi o que menos gostei dos três. Quer saber o motivo? Confira abaixo.
“[...] Ações têm consequências. As escolhas mais simples podem fazer com que você seja morto”.
Depois da traição e revolta que Lilly Caul junto com Martinez fizeram com o Governador, acabaram fazendo funções nada agradáveis e sendo proibidos de se meterem nas ações do dele. E parece que nada anda bem em Woodbury; as pessoas estão mais violentas e O Governador terá que ser mais rigoroso e colocar ordem. Como se não bastasse, ainda acontece uma invasão em Woodbury e os novos intrusos não querem briga, mas eles não conhecem quem é Philip Blake.

Novos desafios, lutas, revelações e a busca por sobrevivência, Woodbury não parece mais uma comunidade segura.
“[...] E o medo é o grande denominador comum nesse novo mundo. O medo leva as pessoas para dentro de si mesmas, desencadeia impulsos básicos e liberta o pior dos instintos gerais e do comportamento adormecido na alma humana”.
Como disse antes, esperei muito desse livro e acabei me decepcionando por não ser tão envolvente e misterioso quanto o primeiro; o livro só tem uma melhora da metade para o final. Confesso que demorei um pouco para ler, e foi um dos novos personagens quem melhorou consideravelmente a leitura.

Faltou ação, conduzir melhor o leitor ao mistério; além disso, alguns personagens mudaram bastante, sendo Lily foi um deles, o que me fez ficar decepcionada no momento. Nesta obra, o lado sombrio do Governador é bastante ressaltado, mas o que vi foram apenas emoções mais intensas dele e suas consequências.
“Pessoas más não são mais uma coisa das lendas e dos programas de investigação forense. Nesse novo mundo, são como gado doente que simplesmente precisa ser separado do rebanho. São partes defeituosas que precisam ser substituídas”.
Loucura. Questionamentos. Poder. Não acredite nas aparências, a verdade nem sempre é melhor que a mentira, às vezes pode ser preciso de alguém mau para comandar e disciplinar. Será que o Governador é o único jeito e escolha de manter Woodbury em ordem? Viver fugindo dos mortos não será uma opção melhor? E Deus? Onde está? As pessoas estão sucumbindo ao ódio e revelando o verdadeiro e primitivo instinto de sobrevivência.

Tome cuidado. Não confie em ninguém. A morte nunca pareceu tão bem-vinda nessa nova fase. Está realmente preparado para isso? O Inferno é aqui, bem-vindo a mais um episódio em Woodbury.

Peço desculpas antecipadas pela qualidade dessa resenha, a escrevi há muitos anos, quase no mesmo ano do lançamento, então ainda estava aprendendo a escrever resenhas. Não tentei refazer pois poderia confundir alguns acontecimentos desse livro e do seguinte, mas prometo que as próximas resenhas dos próximos livros estarão melhores.

A Record como sempre teve um carinho com os livros, as capas são lindas e cada vez uma capa fica melhor que a outra. A tradução da Mariana Kohnert está impecável assim como às outras que fez, a revisão está excelente juntamente com a diagramação.




Comentários
16 Comentários

16 comentários:

  1. Eu não sei se vou escrever besteira, mas para quem acompanha a série, os livros meio que perdem a graça. Ou vice-versa!
    Eu só li dois livros desta série, mas em contrapartida, não perco um episódio da série na tv, então, os livros deixaram de ser tão importantes para mim.
    Sei que está totalmente errado, mas...
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Thais! Td bem??

    Eu tenho este livro mas ainda não o li. Quero muito concluir a série antes de me aventurar por esse mundo, odeio esperar continuações! rsrsrsrs

    Gostei muito da sua resenha, uma pena o livro não ter suprido suas expectativas. Mesmo assim, darei uma chance a ele!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Oi, Thais!
    Nunca li nenhum dos livros de The walking dead, mais assisti todos episódios da série!! Sempre tive curiosidade de ler os livros mas ainda não tive oportunidade!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Quero ter outra vida pra poder ler todos os livros que tenho vontade. Esse é um deles.

    Adorei a resenha!

    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Oiii!
    Thais eu amo resenhas dessa série...Morro de vontade de ler os livros, acompanho a série desde o começo...Não vejo a hora d conseguir ler...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aline!
      Tudo bem? Espero que você consiga ler um dia esses livros pois eles são maravilhosos demais e uma boa pra quem adora o universo de The Walking Dead.
      Obrigada pelo comentário e por sempre nos visitar <3

      Beijos

      Excluir
  6. Oi Thaís!!
    Confesso que não gosto da série e olha que já tentei assistir no mínimo umas três vezes, mas acho muito entediante..
    Queria saber se os livros em geral são inferiores ou superiores a série em relação ao conteúdo e ritmo, pois aí dou uma chance.
    Zumbis não são meu ponto forte em séries e livros kkk

    ResponderExcluir
  7. Olá, Thaís.
    Eu parei no segundo livro. Não gostei dos dois anteriores. E também estava lendo emprestado e meu amigo não comprou esse hehe. Mas se você que gostou dos outros se decepcionou com esse, imagine eu que não gostei hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Olá, nunca li/assisti The Walking Dead, não faz muito meu estilo literário mas me pareceu que a trama é cheia de momentos tensos e intrigantes. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente não consegui dar continuidade a essa série. Não lembro nem onde parei, se no segundo ou se nesse :s
    Mas gostava dessa história. Ele tem umas coisas interessantes, ainda mais pra mim, pois li uns quadrinhos e assisto a série até hoje. Na época que peguei ainda estava tendo coisas do Governador na série de tv, então faz um tempo bem grande! E tinha achado legal por isso, por ter uma visão do personagem em forma de livro. Mas é uma pena que essa história tenha sido tão enrolada pra ganhar graça. E parece que os personagens tem umas mudanças e tanto ali...
    Teria que ler pra ver o que iria achar, mas espero gostar. Os que li eu gostei bastante.

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li os livros, mas sou apaixonada na série


    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderExcluir
  11. Thaís!
    Tão decepcionante quando esperamos muito de um livro e ele não traz aquela emoção tão esperada, né?
    Uma pena!
    Desejo uma semana repleta de realizações!
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  12. Assistir o primeiro episodio da série e confesso que não me agradou nem um pouco e nem dei continuidade, não sabia que tinha os livros, não é uma leitura que eu tenho pretensão de fazer.

    ResponderExcluir
  13. Tenho muito curiosidade para conferir esta trilogia, gostei de vê-la aqui. Que pena que este livro te decepcionou, é ruim quando colocamos expectativas e elas não são sanadas. Sua resenha ficou boa, não está ruim não. Ótima dica.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  14. Miga que bom que você chegou no final da trilogia o que não posso dizer por mim mesma que na verdade nem começar eu vou, não gosto da série portanto os livros são de pouco atrativo pra mim. Eu me lembro de muita gente lendo esse livro quando lançou mas já está no final dos livros e eu ainda não tenho a vontade de lê-lo. Por isso dispenso a leitura.

    ResponderExcluir
  15. Olá...
    É uma pena quando o livro não é tudo aquilo que esperamos... Não li essa série nem assisti... Não curto essa de zumbis... Quem sabe em algum momento eu assista à série, mas quanto aos livros, não fiquei interessada não...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir

© Desbravador de Mundos - Todos os direitos reservados.
Criado por: Marcos de Sousa.
Layout por Fernanda Goulart.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo