20/07/2016

Resenha: Os homens que não amavam as mulheres

Título: Os homens que não amavam as mulheres
Autor: Stieg Larsson
Editora: Companhia das Letras
ISBN: 9788535926163
Ano: 2015
Páginas: 528
Compre: Aqui

Sinopse:

Primeiro volume de trilogia cult de mistério que se tornou fenômeno mundial de vendas, Os homens que não amavam as mulheres traz uma dupla irresistível de protagonistas-detetives: o jornalista Mikael Blomkvist e a genial e perturbada hacker Lisbeth Salander. Juntos eles desvelam uma trama verdadeiramente escabrosa envolvendo a elite sueca.
Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas - passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o veelho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada - o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada. E que um Vanger a matou.
Quase quarenta anos depois o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para conduzir uma investigação particular. Mikael, que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström, preocupa-se com a crise de credibilidade que atinge sua revista, a Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a Millennium e provas contra Wennerström, se o jornalista consentir em investigar o assassinato de Harriet. Mikael descobre que suas inquirições não são bem-vindas pela família Vanger. E que muitos querem vê-lo pelas costas. De preferência, morto. Com o auxílio de Lisbeth Salander, que conta com uma mente infatigável para a busca de dados - de preferência, os mais sórdidos -, ele logo percebe que a trilha de segredos e perversidades do clã industrial recua até muito antes do desaparecimento ou morte de Harriet. E segue até muito depois.... até um momento presente, desconfortavelmente presente

Resenha:

Mikael Blomkvist, um dos nossos protagonistas, sofreu um processo por difamação e acabou sendo condenado. Isso o colocou em xeque, tanto em relação à sua investigação quanto em relação à sua revista, a Millennium. Por isso, ele se afasta por um tempo do periódico e acaba aceitando um convite de investigar um possível assassinato da sobrinha de um milionário. Nessa investigação, Mikael acaba tendo a vida entrelaçada com a de Lisbeth, uma jovem com uma mente genial. Juntos, eles tentarão resolver o grande enigma.

Partindo dessa premissa, Stieg Larsson cria uma obra intensa, bem construída, cheia de mistérios e com personagens profundos e bem construídos. Uma obra intensa porque vai além do que os romances policiais costumam ir. Nessa obra, Larsson aborda outros aspectos sombrios da sociedade, como as agressões que as mulheres continuam sofrendo.


O enredo é bem construído porque o autor consegue unir os diversos aspectos da obra, tanto criminais quanto os sociológicos, com perfeição. Ele consegue aproveitar bem o ambiente, além dos personagens secundários. Ademais, merece destaque pelos diversos mistérios que circundam a obra, tanto em relação ao crime quanto em relação aos protagonistas, em especial a Lisbeth. Ela é uma figura central, única, potente, mas com um passado tão nublado, ou mais, do que o crime investigado.
“A família Vanger era constituída de uma centena de pessoas, contando os filhos de primos de primeiro e segundo grau de todos os ramos. A família era tão numerosa que Mikael foi obrigado a criar um banco de dados no notebook” (p. 159).
Quantos aos personagens, raramente se encontram por aí, em livros de suspense, protagonistas tão bem construídos. Nesse quesito, Lisbeth novamente chama a atenção. Mikael é bom, mas Lisbeth é incrível. Ela é uma das protagonistas femininas mais valorizadas, bem construídas e retratadas da literatura policial, mostrando, desde o título, a importância que o autor dá às mulheres, valorizando-as dentro do enredo e denunciado as mazelas que elas sofrem na sociedade.

Além do enredo complexo e bem desenvolvido, a obra chama a atenção pela excelente parte física desenvolvida pela Companhia das Letras. A capa é muito bonita e chamativa, tendo total relação com a obra. A diagramação também é muito boa e confortável. Ademais, a tradução e revisão estão ótimas, contribuindo para uma leitura agradável.


Em suma, Os homens que não amavam as mulheres é um suspense complexo, bem construído e que retrata aspectos sociais, o que faz que a obra esteja bem acima da média. Uma obra essencial para todo amante de suspense.
“– Vai aprender a confiar em mim, Lisbeth – disse. – Vou ensinar a você as regras desse jogo de adultos. Se não cooperar comigo, será punida. Se for gentil, seremos amigos” (p. 230).

Comentários
28 Comentários

28 comentários:

  1. Oi Marcos, tudo bem?
    Todo mundo fala bem dessa série, mas depois que vi o filme... não sei se conseguiria. Ainda tenho pesadelos com essa história, então acho que não estou preparada para conhecer um pouco mais. Quem sabe um dia.
    Beijooos
    https://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Marcos, eu sempre ouvia alguém falando desse livro mas nunca me atentei para a história. O título por outra vez ficou bem marcado, mas é a primeira vez que vejo a história em si e gostei muito. Esse um tipo de leitura que eu adoro e vou separar para ler.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  3. Oi Marcos,
    Tenho um amigo viciado nesse livro e eu preciso conhecê-lo de tanto que já ouvi falar. Na realidade, nem o filme eu assisti, mas é a curiosidade da leitura que fala por si só, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu já tinha visto esse livro mas até agora não tive nenhum interesse em ler alguma resenha sobre ele. Achei super interessante a sua resenha e estou muito curiosa sobre e enredo da história e como ela termina. Já que é série, gostaria muito de ler todos os livros.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Marcos!
    Na época que li esse livro, eu devorei ele de tanto que a história me deixou curiosa.
    Quero ser Lisbeth quando crescer hahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    já tinha visto este livro por ai, mas a capa não me chama nenhuma atenção.
    Adorei a resenha e gostei bastante da premissa.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Marcos!

    Eu comecei a gostar de suspense depois que li essa trilogia. Amo demais os 3 livros e quero muito ler o quarto volume, mas... ainda não achei um preço acessível ao meu bolso! srsrsrrsrs

    Adorei a sua resenha, sua opinião me fez lembrar pq sou apaixonada por esses livros e claro, pela Lisbeth! rssrsrrsrs

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha e como você descreveu bem o livro.
    Bom, apesar de eu ter interesse em livros de suspense e investigação, não gostei muito do enrendo, acho que prefiro ler outros livros. A capa também não me agrada, mas okay ^^

    ResponderExcluir
  9. Oii Marcos!
    Já tinha ouvido alguém comentar da trilogia, mas nunca tinha lido nd sobre, eu adorei! Gosto do mistério que desenrola o livro, sem contar no enredo e ilustrações que estão bem bacanas, fiquei super curiosa pra ler!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Oláá, desde que eu li a resenha no blog do Tony esse livro foi para minha lista interminável de futuras aquiçõ~es e agr cm tua resenha to mais animada para ler! *O*
    Abraçoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
  11. Olá, Marcos.
    Comprei esse livro faz um tempinho, mas acabei deixando ele esquecido. Essa semana mesmo arrumei a estante e coloquei ele no topo dos livros que preciso ler ainda esse ano, sua resenha apenas confirmou isso.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  12. Preciso muito muito muito ler este livro ♥

    E agora com sua resenha, tenho certeza que preciso muito mais.

    Bjks

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha, ainda não conhecia o livro, parece muito bom mesmo

    Beijos

    Blog Segredos da Cáh
    Instagram
    Facebook
    Canal do You Tube

    ResponderExcluir
  14. Oi Marcos!!Posso mesmo imaginar que os personagens sejam bem construídos. Nem sou muito de suspense, mas um bem complexo faz a gente sair da zona de conforto, por isso estou com vontade de ler!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  15. Oi Marcos!
    Preciso muito ler esse livro, só ouço falar maravilhas dele... Adoro um suspense, se for complexo e tão bem construído mesmo! Com certeza vou amar!
    Abraços!

    www.lendo1bomlivro.com.br
    Instagram :) @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Ótima resenha! Ainda não tinha ouvido falar sobre esse livro, mas fiquei super curiosa... Com certeza, vai para a lista dos desejados.

    Até mais :)
    Gabi.

    www.entrepaginasesonhos.com.br

    ResponderExcluir
  17. Cara, adorei a sua resenha. Já tinha visto em alguns lugares coisas a respeito do livro, porém não esperava tudo isso rs. Fiquei com vontade de ler este livro.

    Abraços, www.princedreamer.com

    ResponderExcluir
  18. Oi, Marcos
    Sempre tive curiosidade para ler esse livro e adorei a resenha.
    Um bom suspense já me agrada, ainda mais com ótimos personagens. O desenvolvimento de uma crítica social na obra me atrai ainda mais. Com certeza leria o livro.

    ResponderExcluir
  19. Oi.
    Sou apaixonada por essa trilogia e não vejo a hora de poder ler. As capas estão fantásticas e a premissa desses livros é surpreendente e muito convidativa. Adorei sua resenha e mais ansiosa fiquei para viajar nesse suspense, pois sou fã desse gênero literário. Maravilhosa dica. Abraços.

    ResponderExcluir
  20. Olá, Marcos.
    Eu amei esse livro. Ganhei a trilogia de amigo secreto e quando peguei para ler e conheci a Lisbeth, não consegui mais largar até terminar. Como você falou, a Lisbeth é incrível. O Michael fica a sua sombra. Quanto ao filme, até que gostei, mas o livro é muito melhor e recheado de detalhes.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  21. Como ler essa trilogia e não se apaixonar pela Lisbeth? Ela foi o motivo pelo qual me decidi a cursar faculdade na área de informática.
    Li esse livro há uns 3 anos e ainda não encontrei nenhum suspense policial que o superasse. É uma obra incrível e diferente de tudo que li do gênero.
    Sou suspeita pra falar, pois adoro a obra.
    Não tinha visto essa edição ainda, e apesar de estar bem bonita, não superou a anterior, ao meu ver.

    Confissões de uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Parece ser um livro maravilhoso! não costumo ler livros deste gênero, mas quero começar.
    Creio que este vai entrar para a minha lista, principalmente por falar sobre maus tratos que as mulheres sofrem, o que é horrivel, mas é real.

    ResponderExcluir
  24. okokok, eu vou ler os livros dele
    são muitos elogios, e pelo jeito não são por menos, né? pelo que vc disse além de trama policial super bem contruida, a questão social e os personagens tb são muito bem feitos
    depois dessa, definitivamente eu tneho que ler

    ResponderExcluir
  25. Marcos
    Sou apaixonada por esta série e me lembro que assim que terminei de ler fui procurar outras obras do autor, para então descobrir que ele morreu assim que entregou os livros na editora. Fiquei muito triste por saber que ele não colheu os louros de seu trabalho. Eu achei os livros sensacionais. Fico feliz que tenha gostado também.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir
    Participe do Top Comentarista de Julho, serão 3 ganhadores e você ainda pode ganhar um livro a sua escolha.

    ResponderExcluir
  26. Eu tenho esse livro e meu pai adorou!
    Ele diz que eu não estou pronto para ler esse livro, ainda.
    E eu também não curti muito a sinopse do livro! Adoro seu Blog!

    ResponderExcluir
  27. Fiquei sabendo da existência deste livro depois de ter assistido ao filme e como o filme é bom imaginei que o livro fosse ótimo também. Agora lendo sua resenha pude concluir que estava certa, o livro é mesmo genial, fiquei com ainda mais vontade de ler depois da sua resenha.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  28. Tenho muitaaaa vontade de ler essa série!
    Adoro as capas. E as resenhas que li, de todos os livros são bem positivas.
    Mas não sabia que a Lisbeth era tão genial e bem retrata assim!
    Olha, muito legal! Até que enfim as personagens femininas estão sendo retratadas.
    Chegaaaaa de mocinhas insossas! Aaaargh! rs
    Vou apressar minha leitura deste!
    bjs

    ResponderExcluir

© Desbravador de Mundos - Todos os direitos reservados.
Criado por: Marcos de Sousa.
Layout por Fernanda Goulart.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo