06/05/2017

Resenha: A Magia da Raposa

Título: A Magia da Raposa
Autora: Inbali Iserles
Editora: Rocco Jovens Leitores
ISBN: 8579802954
Ano: 2017
Páginas: 272
Compre: Aqui

Sinopse:

Destemidas, solitárias, trapaceiras, pouco confiáveis... Seja em fábulas ou ditos populares, o imaginário coletivo não tem sido muito generoso com as raposas. A inglesa Inbali Iserles, uma autora premiada e apaixonada por animais, convida os leitores a conhecer melhor esses seres incríveis com a série Foxcraft, uma emocionante trilogia de fantasia protagonizada por uma raposa filhote. Isla vive nos limites das terras dos sem-pelo (os humanos) e está começando a desenvolver suas habilidades. Um dia, ao retornar para sua toca, ela está em chamas e cercada por raposas estranhas. E sua família não está em lugar nenhum. Forçada a fugir, Isla escapa para o frio e cinza mundo dos sem-pelo e é caçada por um inimigo cruel. Para sobreviver e encontrar sua família, Isla precisará dominar a antiga arte das raposas – poderes mágicos conhecidos apenas por elas – e desvendar os segredos da Foxcraft.

Resenha:

Gente linda!!! Hoje venho falar de um dos livros mais fofos e lindos que li esse ano e que me deixou completamente encantada por uma criatura tão pouco explorada nos livros: A raposa. Quer saber o motivo? Confira abaixo.

Isla, é um filhote de raposa que vive junto com sua família nos limites da Terracinza, cidade humana. Como é muito nova, não pode ou consegue fazer tudo o quer, pois está em fase de desenvolvimento junto com seu irmão Pirie, a quem tem muito carinho e é bastante apegada; os dois são como unha e carne e vivem seus dias com brincadeiras e práticas de caça.
“Não confiar em ninguém além da família, porque uma raposa não tem amigos” (p. 207).

Tudo ia bem até que, um dia, ao retornar para sua toca, Isla entra em desespero ao não encontrar sua família em lugar nenhum, não deixaram rastros e, para piorar, é forçada a fugir ao ver raposas estranhas perto de sua toca. Não tendo escolhas, acaba fugindo para Terracinza, enfrentando frio e o perigo dos sem-pelo.


Perdida e muito despreparada, Isla enfrenta muitas dificuldades ao tentar caçar, pois nunca foi tão boa quanto seu irmão, e principalmente tenta adaptar-se e sobreviver aos perigos da cidade, como os esmagadores (carros) e os sem-pelo. Em uma de suas andanças pelo Canal da morte, acaba entrando em território inimigo e é salva Siffrin, uma raposa que parece carregar muitos mistérios.

Juntos, os dois tentam sobreviver, tanto dos perigos da Terracinza quanto das raposas estranhas que os estão perseguindo; além disso, Isla sente que o recente amigo está escondendo segredos sobre sua família, pois a forma como se encontraram parece estranha e coincidente demais.

É impressionante em como a narrativa faz você acreditar que está mesmo na cabeça de uma raposa, Isla têm uma voz poderosa e notável; também é engraçado perceber como ela enxerga os humanos e nomeia coisas relacionadas ao nosso mundo e também mostra algumas ações que são bastante perigosas para animais como ela. Essa raposinha destemida nos dá descrições fortes e algumas até engraçadas.
“Você é muito ousada, Isla, muito destemida para esse mundo” (p. 191).


Em busca de sua família, Isla começa a conhecer sobre a magia de Fox Craft, sobre os Anciãos e sobre Karka e os Dominados, e perceberá que para sobreviver precisa aprender e dominar essa arte antiga que tem perpetuado por muitos anos entre as raposas, filhos de Canista. A relação entre Isla e Siffrin é ao mesmo tempo intrigante e engraçada, por desconhecer tudo relacionado a Fox Craft e por ser curiosa e teimosa, Siffrin perde um pouco a paciência em ensiná-la ou tentar responder todas às inúmeras perguntas do filhote.

A correlação entre os filhos de Canista, como os cachorros, lobos e raposas se dividiram, os cachorros deixaram ser domesticados e acostumaram-se a viver presos, os lobos isolaram-se na Terraneve e as raposas separaram-se vivendo nos limites da cidade ou na Terrabrava. Perceber como a magia têm influência na vida dos felinos é encantador e admirável.
“– Há muitas maneiras de uma raposa morrer, mas só uma para ela viver.– Qual? – perguntei, os olhos arregalados, as orelhas aguçadas.– Nós escolhemos sobreviver, e esse é o nosso legado. Escolhemos viver e nunca desistimos” (p. 67).
Os perigos e perseguições que os dois enfrentam é de deixar qualquer um angustiado e delirante, ainda mais quando Karka está envolvida nessa história; ficava eufórica e eletrizada para saber mais sobre o rumo da história e para descobrir novas pistas sobre o paradeiro da família de Isla, o porquê do bando de Karka a está perseguindo e porque Siffrin desviava de algumas de suas perguntas ou ficava sombrio quando mencionava alguns assuntos.


Inbali Iserles criou uma história encantadora e magnífica, explorando os mistérios que envolvem as raposas, animais tão incomuns e ao mesmo tempo intrigantes, que são pouco vistos nos livros atualmente. A forma que a autora inseriu a magia ficou incrivelmente extraordinária e sublime; sempre tive curiosidade sobre esses felinos e os acho fascinantes e enigmáticos, mas infelizmente só vi uma raposa na televisão ou internet.

Espero ansiosamente pela continuação dessa história tão rica em detalhes e deliciosa de ler, em uma tarde você consegue ler e ficar fascinado e encantado pelo poder das raposas e os mistérios que rodeiam Isla.

A Rocco fez um excelente trabalho com este livro, essa capa é linda demais e a diagramação é ainda melhor com algumas ilustrações que dão um toque a mais; a tradução da Débora Isidoro ficou impecável e a revisão excelente.


Outras fotos:






Comentários
18 Comentários

18 comentários:

  1. Fiquei encantada na resenha, amo esse tipo de fantasia! Já está anotado para compra!

    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderExcluir
  2. Puxa, sempre denegriram realmente a imagem que as raposas tem. E na minha humilde opinião, são animais belíssimos, não só em casca, mas até no seu jeito de caçar, de conviver em bandos. Como não conhecia o livro, estou aqui encantada com a beleza do livro. Capa linda e a diagramação parece ser das mais lindas também!!
    Quero muito poder ler o livro e me emocionar também!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Ai meu Deus que livro lindo Thais! Eu amei essa capa, o enredo tbm me agradou mto, vai pra lista né...Bjs!!

    ResponderExcluir
  4. Que lindoooooooooo!!! Sabe que eu tenho um amor imenso por esse tipo de livro ♥ Adorei esse. Não conhecia, amei vê-lo aqui!

    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Oi Thaís!
    É bem verdade que sempre que o assunto são raposas, já ficamos espertos para não levar nenhuma rasteira. E é exatamente por isso que achei a pegada desse livro maravilhosa. Além de criativo, a história tem ação e é interessante, sem contar que a editora fez um belo trabalho.
    Beijokas
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  6. Gostei dessa história quando vi o lançamento e ficou como um dos meus desejados para ler. Parece que a trama é cheia de aventura, mistério, deixa a gente angustiado e torcendo, e tem um tom engraçado também. Gostei dessa raposa! E é verdade né, a gente tem uma ideia estabelecida com esses animais, por conta de fábulas e coisas assim sempre que penso em raposa penso em coisas ardilosas e trapaceiras. Gostei da ideia da história por isso.
    E achei legal que a escrita dele possa deixar a gente se sentindo na cabeça da raposa, dá pra entender melhor as coisas, a trama fica mais interessante e intensa. E também gosto dessa ideia de ver o mundo através dela, ver os humanos, nossas ações e etc. Pode até fazer refletir, quem sabe né?
    Gostaria muito de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  7. Que livro mais fofo! Sem falar em todos esses desenhos lindos. Adoro quando o livro vem com mapa kkkkk
    Tô adorando os livros que vocês têm apresentado nos últimos dias :)
    Já tem alguma previsão de quando sairá o próximo e quantos livros vão fazer parte dessa série?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tarcilia! Tudo bem?
      Que ótimo que você está gostando de nossas indicações e ficamos muito felizes.
      Não tem previsão do próximo livro, pois o primeiro foi lançado recentemente,entretanto, a autora já divulgou as outras duas capas da série que será uma trilogia.

      Obrigada pelo comentário <3

      Beijos

      Excluir
  8. Thaís!
    Adoro livros com animais e poder estar na cabecinha de um deles durante toda narrativa do livro, aprender a linguagem própria deles e sentir os perigos que passa mesmo sendo bebê, deve ser muito fofo mesmo.
    Quero ler.
    “A juventude é a época de se estudar a sabedoria; a velhice é a época de a praticar.” (Jean-Jacques Rousseau)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  9. Oi Thais.
    Achei impressionante que ao ler o livro teve a impressão de estar realmente na cabeça de uma raposa, a história me parece muito fofa e fiquei curiosa para saber o que aconteceu com a familia da pequena raposa.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde, Thais!
    Ai gente, é tão bom quando lemos uma fantasia e vivemos a magia do livro, né? Parece que nesse nos sentimentos na pele de uma raposa, o que é ainda mais mágico! A Isla deve viver mil e uma aventuras bem misteriosas. Sempre me interessei por livros em que em vez de humanos temos animaizinhos como personagens e esse me deixou bastante curioso. É bom saber que a escrita é detalhada e fluída ao mesmo tempo. Enfim, tudo está cooperando para eu ler o livro o quanto antes, rsrs.
    Abraços!

    OBS: Desculpem-me por ter excluido o comentario anterior, havia cometido um erro. Espero que não tenha problema :*

    ResponderExcluir
  12. Apesar da capa feia, o livro enrou na minha wishlist pelo simples fator de ser protagonizado por animais. Eu amo livros assim, que tem protagonistas não convencionais, e toda a mitologia da história parece simplesmente magnífica. ILUSTRAÇÕES é a coisa mais amorzinho do mundo e um mapa no livro só me deixa com mais vontade de comprar <3 A rocco é careira, mas acho que de vez em quando vale abrir uma excessão e gastar um pouquinho mais numa história encantadora <3 abraços

    ResponderExcluir
  13. Oi, Thaís

    Eu não gosto da capa, mas nossa, a parte interna está lindíssima, babei aqui.
    Se tem uma coisa nessa vida que me irrita são histórias sobre bichinhos e criancinhas superdotadas. Como esse livro se encaixa na primeira opção eu não leria, mas acho que meu sobrinho gostaria bastante.
    Espero que curta os próximos livros tanto quanto curtiu esse.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Nossa amei a historia da raposa, e uma avenura em tanto.. fiquei curiosa para conhecer essa incrivel trama, a raposa me pareceu super fofa e bem determinada. E bom terum personagem animal, conhece sua mente..
    Entrará para minha lista de leitura!

    ResponderExcluir
  15. Oi. Não conhecia o livro, mas já estou encantada! Amo leituras desse estilo. E essas ilustrações, que lindas. Com certeza já está na minha lista.
    Parabéns pela resenha, maravilhosa.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Thaís!!
    Adorei a resenha, o livro parece ser muito fofo!! A edição é maravilhosa!! Gostei muito da indicação!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Acho a raposa um animal muito bonito e admirável, mesmo ela não sendo muito bem vista por onde é citada como é mostrado logo no início da sinopse. Essa é a segunda resenha que leio sobre a obra e tenho que dizer que ambas são muito positivas, me deixando ainda mais curiosa para fazer a leitura e me aventurar nessa sociedade de raposas que a autora conseguiu criar. Nunca li nada parecido e espero gostar tanto quanto você.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir

© Desbravador de Mundos - Todos os direitos reservados.
Criado por: Marcos de Sousa.
Layout por Fernanda Goulart.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo