16/04/2017

Resenha: O garoto que só queria ser amado

Título: O garoto que só queria ser amado
Autor: Tony Lucas
Editora: Autografia
ISBN: 9788555269516
Ano: 2016
Páginas: 47
Compre: Aqui

Sinopse:

"O garoto que só queria ser amado" reúne 33 poemas que falam desde o incessante desejo do autor do livro de ser amado, passando pelo real significado da felicidade, a dor ao se deixar levar pelo amor, e a chegada da maturidade.
São versos melancólicos, por vezes sarcásticos, que trazem reflexões acerca do amor e tudo que está atrelado a ele.

Resenha:

Em O garoto que só queria ser amado, Tony Lucas apresenta poesias com um toque de sentimentalismo sobre o amor, felicidade e outras sensações que experimentamos durante a vida. Sua escrita é simples, direta, bem parecida com pequenos versos que comumente são encontrados em páginas poéticas das redes sociais. Aliás, as redes sociais também estão presentes na obra, fazendo com que o livro tenha uma pegada bem atual, ganhando um potencial bem grande para agradar aos leitores mais jovens.

Amor à primeira curtida
Ah, menina...
Bastou uma curtida
Para eu me apaixonar por ti
E deixar você entrar em minha vida.

O autor também aproveita para brincar de poesia com palavras que, apesar de terem definições em dicionários, são indefiníveis. A dor, o desaparecer, a decisão... Esses e outros elementos ganham uma visão mais poética, uma tentativa de decifrar o indecifrável. Ora isso é feito com sucesso, ora não.

Desaparecer
É a vontade que você sente de sumir
Quando ninguém mais no mundo
Parece te entender.

O autor também apresenta, em alguns momentos, marcas de uma poesia mais marginal, o que me faz pensar que ele tenha bebido da fonte de autores como Leminski e Ana Cristina Cesar. Apesar de não ter uma escrita ainda madura como a desses autores, o jovem poeta parece querer trilhar esse caminho, o que parece ser interessante, principalmente se pensarmos em questão do mercado editorial. Afinal, a poesia clássica, infelizmente, está desaparecendo.

Calado
Deitado
Pensando
S u r t a n d o


Em suma, o livro O garoto que só queria ser amado é um misto de intimismo, cotidiano, experiências literárias e juventude. Fica claro que o autor ainda não está com a escrita completamente madura, mas a obra tem potencial para atingir principalmente o público mais jovem. Pode ser um livro ótimo ou ruim, tudo depende do que você procura. Se sua busca é por uma poesia mais elaborada, com esquemas realmente ousados ou rigidez formal, essa obra não é para você. Por outro lado, se você procura versos simples que falem de sentimentos, existe grandes chances do Tony te ganhar.


Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Não sou fã de poesias curtinhas assim...gosto mais de poesias complexas, repletas de entrelinhas e sentimentos que só quem escreveu sabem ao certo como foram sentidos!
    Mas mesmo assim, é poesia! E eu amo!
    Vai para a lista de desejados!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Marcos!
    Eu não sou muito fã de poemas, mas amei esses do Tony. Me identifiquei com vários.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
  3. Estou começando a apreciar poemas agora então é uma ótima indicação e concerteza quero ler.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Marcos
    Gosto dessas poesias simples e curtas, mas também gosto das mais complexas. Mas leria sim esse livro, pois acho que me identificaria com algumas. Gostei da dica, ainda não conhecia.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  5. Oi Marcos, tudo bem??
    Gostei da premissa deste livro, fora esta capa muito amor... adorei as amostras de pequenos versos que você postou, eu acho que este livro é bem minha cara... vou procurar por ele... adorei a sua dica. Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá! Gostei mto do livro, o enredo parece bom, já q curto poesias, a capa é uma fofura!
    Vai pra lista!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Marcos! Tudo bem? Cara, adorei sua resenha pois você apontou diversas coisas que eu gostaria que fossem apontadas em resenhas sobre meu livro e até então nenhuma tinha apontado. Para começar, tem a questão das minhas influências e a pegada que quis que o livro tivesse. O que queria era um misto do atual (esses "poemas de redes sociais" que estão ficando cada vez mais populares) com o antigo (Sim, eu me inspirei em Leminski! Sou muito fã do cara e queria fazer algo que lembrasse ele. Claro que o que fiz não chega nem aos pés dos versos dele, mas o que vale é a intenção rs). E tem o mais importante, ao meu ver, que é deixar claro que o livro não é algo elaborado e complexo. São apenas versos pessoais e sentimentais. Tentei colocar para fora tudo o que estava preso aqui dentro de mim. É poesia​? É. Mas é uma poesia diferente. Muito obrigado por ter deixado isso claro na resenha e pelo apoio.

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá.
    Não é um estilo de leitura de que eu esteja acostumada a ler. Mas pelos pontos que você comentou na sua resenha, tenho certeza de que é uma boa leitura.
    Obrigada.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Marcos!
    Adoro poesias e quando expressam sentimentos que vem das vivências do próprio autor, mostrando suas impressões sobre o amor principalmente, não tem como não querer ler.
    Desejo uma ótima semana!
    “Compreender que há outros pontos de vista é o início da sabedoria.” (Campbell)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  10. Gostei, não leio muito poesia, então acho que poderia ser um bom começo com poesias mais simples para entrar nesse mundo.

    ResponderExcluir
  11. Oi Marcos.
    é bom ver autores que tem um grande talento para a escrita, ainda que não esteja totalmente desenvolvido.
    Eu não curto muito poesia não, gosto de coisas mais simples e quanto menos complicada melhor, mas curtir bastante o titulo e a capa.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Estou para ler... Eu amo poemas e poesias.
    O drama da obra faz parte 😂😂😂

    ResponderExcluir
  13. Gostei do livro, é poesia (que eu gosto bastante), a capa é fofinha e gostei das citações do livro nessa resenha. Leria simm

    ResponderExcluir

© Desbravador de Mundos - Todos os direitos reservados.
Criado por: Marcos de Sousa.
Layout por Fernanda Goulart.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo