13/02/2017

Resenha: Harry Potter e a criança amaldiçoada

Título: Harry Potter e a criança amaldiçoada
Autora: J. K. Rowling
Editora: Rocco
ISBN: 9788532530424
Ano: 2016
Páginas: 352
Compre: Aqui

Sinopse:

Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia, marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados.

Resenha:

Depois de nove anos sem nosso bruxinho prefiro e órfãos das histórias desse universo bruxo, fomos afortunados com livro novo, peça teatral dele e o filme Animais Fantásticos e Onde Habitam. Só posso dizer que amei essa nova história com nosso trio favorito; aliás, mesmo meio a comentários negativos em relação a este livro, eu gostei de como a J. K. Rowling nos agraciou com esse enredo. Por quê? Confira abaixo.

Infelizmente, é impossível não dar spoilers dos livros anteriores; a própria sinopse é um spoiler para quem não leu essa série; entretanto, é realmente difícil não saber algo sobre esse universo através dos filmes ou das pessoas nas redes sociais.  Por isso, vocês vão encontrar vários detalhes dos livros anteriores logo abaixo.

Nosso bruxinho favorito cresceu e tornou-se pai de três filhos, funcionário do Ministério da Magia e ainda continua sendo Harry Potter, o que é bastante difícil, pois, por onde passa, todos o reconhecem pela cicatriz e por ter derrotado Lord Voldemort na grande Batalha em Hogwarts. O que ele nunca pensou é que ser pai de Alvo seria difícil; o garoto parece não querer levar o legado da família, além disso, Harry não consegue enxergar quem é seu filho de verdade, o que acaba criando muitas brigas e discussões.

Mesmo sendo uma nova era, foi nostálgico rever o trio novamente: Harry, inspirador e sábio; Rony, com suas bobeiras, e Hermione, sendo sempre séria e ambiciosa, finalmente estão juntos com dois filhos, Rosa, sendo a que está em fase escolar, e claro ver e saber sobre os outros personagens como Neville Longbottom, Professora Mcgonagall e o meu queridinho Draco Malfoy com seu filho Escórpio. A maioria com suas características refletidas em seus filhos.


O conflito entre Harry e Alvo fica cada vez maior, pois o menino fica com medo de qual casa pode ficar em Hogwarts; mesmo o pai dizendo que ir para Sonserina não seja ruim, pois o garoto carrega o nome de um dos maiores homens dessa casa, Al sente que carregar esses nomes têm um enorme peso, além  de ser responsável pelo legado da família.

Ao chegar a hora de embarcar na plataforma 9 ¾, Alvo está prestes a entrar para o seu primeiro ano na Escola de Magia e Bruxaria, enquanto seu irritante irmão Thiago já está em outro ano. O consolo do garoto é que Rosa também está junto com ele e no expresso de Hogwarts consegue uma amizade inimaginável e que causará preconceitos e prejulgamentos; essa pessoa só poderia ser: Escórpio Malfoy.

Se você pensou que Escórpio seria igual seu pai, está redondamente enganado; ele é totalmente diferente e diria que tem muitas semelhanças com a Hermione, mesmo não tendo nenhum laço parental com ela, o que chega até ser engraçado devido a relação que Draco e Hermione tinham. De todos personagens apresentados, o que eu gostei mais e que se tornou meu novo favorito foi o Escórpio, por ser gentil, carinhoso e com uma inocência e ingenuidade tão grande e absurda. Além disso, mostra que seu pai não define quem ele é e que por estar na Sonserina não muda nada em seu interior; nem todos dessa casa são covardes e cruéis.
“O boato é de que ele é filho de Voldemort, Alvo.Um silêncio horrível e desagradável.Deve ser besteira. Quer dizer… olha só, você tem nariz”.


Alvo e Escórpio desenvolvem uma grande amizade, mesmo diante de tantos preconceitos e em meio a um boato polêmico envolvendo a família Malfoy, os jovens não deixaram de manter a amizade que criaram, eles são como irmãos e entendem um ao outro e é até um absurdo tentar separar os garotos devido a boatos e fofocas sem fundamentos. Os protagonistas principais serão esses dois, além do Harry, Gina, Rony, Hermione e Draco.

A cicatriz de Harry voltou a incomodar e o significado dessa dor é muito grande e indica apenas uma suspeita: O terrível Lord Voldemort retornou? Como isso poderia ser possível? Com essas questões como pano de fundo, Harry ainda tenta lidar com as hostilidades com o filho e mais outro problema que ele criará.
“O amor nos deixa cegos. O que nós dois tentamos dar a nossos filhos não era o que eles precisavam, era o que nós precisávamos. Estivemos tão ocupados tentando reescrever nosso próprio passado que destruímos o presente deles”.

Sendo pai de Alvo, Potter deveria conseguir enxergar seu filho como consegue os outros dois, mas parece uma tarefa árdua e impossível; quem é o verdadeiro Al e o que lhe está magoando? Por que tantos ressentimentos entre os dois?  Raiva por ser filho de Harry Potter?  São muitos sentimentos que Harry não consegue entender, mesmo amando o filho que tem.



O mistério e suspense para saber quem é a criança amaldiçoada é enorme, mas ao decorrer das páginas o verdadeiro suspense é o que está por trás dessa questão. Confesso que fiquei bem surpresa e achei inusitada a grande revelação que tem no livro.
“Às vezes os custos existem para ser suportados”.
Viagens no tempo emocionantes como nunca lemos antes, personagens que há muito tempo não víamos e outros que me fizeram derramar algumas lágrimas devido à grande saudade que sentia. Eu li todos os livros e vi todos os filmes, por isso essas viagens foram emocionantes e fascinantes de ler. Confesso que dei algumas risadas em determinadas situações e foi até saudoso perceber o âmago do universo de Harry Potter de volta.

A essência do mundo bruxo retornou com toda força, foi apaixonante rever esses personagens tão importantes para mim, que fizeram parte da minha infância e adolescência. Depois de quase dez anos, pude revê-los agora com seus filhos crescidos e a maioria indo a caminho de Hogwarts; temos em mãos uma nova história que supre um pouco a nossa saudade por esse trio improvável.


Harry herdou muita sabedoria e continuou sendo o mesmo garoto que esconde seus medos para proteger aqueles que ama; o peso do mundo continuava sobre seus ombros e o perdão parecia longe demais e, consequentemente, causava um conflito com seu filho, mas juntos vão perceber que há males que vem para o bem e que em meio às trevas encontram a luz que tanto precisavam.

Li o livro em poucas horas por ser um enredo basicamente com diálogos, já que é peça teatral com alguns atos e muitos diálogos; mesmo assim consegui imaginar como seria a história e o cenário por ainda ter lembranças dos livros e os cenários dos filmes. Espero que a edição romantizada não demore a sair, porque já quero reler esse livro novamente pela nostalgia, emoção e risadas.

Essa edição está linda demais, a Rocco deixou a capa meio emborrachada e achei incrível esse trabalho, estou louca para poder ter a versão em capa dura que deve ser ainda mais linda, a tradução da Anna Vicentini ficou caprichada, a revisão excepcional e a diagramação está ótima.

Se você estava com saudades da magia e bruxaria do universo de Harry Potter, vai ficar emocionado e adorar essa nova história que J.K Rowling fez com tanto carinho.





Comentários
19 Comentários

19 comentários:

  1. Eu admito que li todos os livros da série e vi todos os filmes, mas sinceramente, não sou assim, tão fã.
    Acho que tô bem velha pra isso..rs
    Mas acompanhei e muito a euforia dos fãs sobre este novo presente da Rowling. E claro, que estou bem curiosa para conhecer mais a fundo essa nova etapa, com tanta semelhança entre os outros livros que já foram lançados!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Resenha linda Thais!
    Parabéns!
    Estou louca por essa edição, ansiosa demais pra ler!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Eu não li todos os livros e nem assisti a todos os filmes, por isso acabei não me interessando muito por este livro, mas tenho curiosidade. Vi diversas opiniões sobre.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Thais!!
    Sou muito fã de Harry Potter e sem dúvida estou muito curiosa para matar a saudade de Harry, Hermione e Rony!! Linda resenha!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Eu não li os livros, mas vi tds os filmes, e adorei a sua resenha, fiquei mesmo com vontade de ler pra saber o fim dessa história. Bjs

    Mostrando as Garras
    Canal YouTube
    Instagram
    Facebook
    Google+

    ResponderExcluir
  6. Oi Thais!

    Ganhei este livro e ainda não o li. Na verdade, só li o primeiro livro, rsrsrsrsrs mas assisti a todos os filmes, o que não conta muito! kkkkkk

    Adorei saber sua opinião!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  7. Olá, Thaís.
    Que bom que gostou do livro. Mas tenho que discordar de você em várias partes. A Hermione não passa nem perto da que eu conhecia. Todos eles aliás, mas ela foi a pior. Ninguém fica burro depois que envelhece e foi essa a Hermione apresentada. Nunca que alguém ia roubar algo dela como foi roubado. Sem falar que ignoraram muitos personagens. Mas ainda assim gostei, só que foi bem decepcionante.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi Thaís!!
    Fico feliz em ver um comentário positivo seu, pois logo após o lançamento foram saindo aquela pancada de comentários negativos que desanimam qualquer um kkkk
    Sou Potterhead de coração e quero sim ler o livro, pois mesmo que não seja todo perfeito vai valer a pena só de ler algo da minha saga favorita!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Acho que quem é fã dessas histórias tem o maior número de livros a ver com a saga pra poder conferir e só isso já deve ser uma benção né? São tantas coisas que vejo que até me perco!
    Mas nunca li e confesso que não tenho vontade. Só vi os filmes mesmo, um ou outro.
    E esse livro aí deu um rebuliço louco quando foi lançado, não é mesmo? Vi muita coisa negativa dele. Mas é interessante ter mais uma história para matar a saudade. Quem curte a série deve ao menos achar esse livro bom para isso. E que bom que gostou, não é? Rever os personagens depois de tanto tempo deve dar uma nostalgia gostosa =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cristiane! Tudo bem?
      Harry Potter foi um grande fenomeno e ainda é e entendo que muitas pessoas ainda não se interessaram pelo livro mas acredito que em algum momento vão ler, é uma história muito emocionante de acompanhar e espero que um dia você possa conferir.
      Obrigada pela visita e comentário <3

      Excluir
  10. Pensa numa pessoa apaixonada e que defende HP forever? Soy jo kkk
    Amo demais e para matar a saudade resolvi reler toda a série antes desse último... está sendo ótimo relembrar as histórias que amo. Gostei muito de saber que Escórpio e Alvo são amigos, já que gosto muito do Draco

    ResponderExcluir
  11. Oi Thaís, tudo bem?
    Se eu te contar que nunca li nenhum dos livros do Harry Potter você acredita?
    Acho que esse será o primeiro livro desse universo do bruxo que vou ler.
    Adorei a resenha.
    Beijos
    [SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  12. Thaís!
    O que mais me intriga nesse livro é: saber que Harry é um pai meia boca (uma pena) e ver o filho dele, ser o melhor amigo do filho de seu maior inimigo... Nem entra na minha cabeça.
    Desejo uma semana repleta de realizações!
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  13. Não me animei em ler, não, mas amei a resenha!! :)

    Bjkss

    ResponderExcluir
  14. Olá, o livro só reafirma que a saga Harry Potter é imortal e está vivíssima em nossos corações, tenho certeza que quando eu ler este livro lágrimas percorrerão meu rosto. Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Só li os 3 primeiros livros mas já vi todos os filmes então li a resenha sem medo de spoilers, confesso que fiquei com o pé atrás depois de ler tanta resenha negativa sobre esse livro, mas depois da sua resenha acho que vou dar uma chance para esse livro depois que eu ler todos.

    ResponderExcluir
  16. Sua resenha foi a primeira que não negativou tanto o livro. Gostei dos pontos que você levantou. Realmente o filho do Draco parece ser um amor, acho que também seria meu personagem favorito. Gostei muito da resenha, até porque gosto de Harry Potter, mas não tenho tanta vontade de ler o livro por enquanto.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  17. Uma das únicas resenhas positivas que li em relação ao livro, eu me pergunto se teria toda essa critica se tivesse sido a própria J.k. que tivesse desenvolvido esse enredo e tivesse dado essa continuação ao final da grande batalha, mas deixando suposições de lado eu ainda tenho a intenção de ler esse livro e por sinal a saga do Harry Potter em si eu tenho que terminar kkk embora acompanhe os filmes desde de criança.

    ResponderExcluir
  18. Olá...
    Apesar de ter me encantado com sua resenha, não sou fã de Harry Potter... Apenas acompanho os lançamentos... Quem sabe um dia eu dê uma chance à leitura dessa série...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir

© Desbravador de Mundos - Todos os direitos reservados.
Criado por: Marcos de Sousa.
Layout por Fernanda Goulart.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo