21/12/2016

Resenha: Um tom mais escuro de magia

Título: Um tom mais escuro de magia
Autora: V. E. Schwab
Editora: Record
ISBN: 9788501106667
Ano: 2016
Páginas: 420
Compre: Aqui

Sinopse:

Entre em um universo de aventuras audaciosas, poder eletrizante e Londres múltiplas.
Kell é um dos últimos Viajantes — magos com uma habilidade rara e cobiçada de viajar entre universos paralelos conectados por uma cidade mágica. Existe a Londres Cinza, suja e enfadonha, sem magia alguma e com um rei louco — George III. A Londres Vermelha, onde vida e magia são reverenciadas, e onde Kell foi criado ao lado de Rhy Maresh, o boêmio herdeiro de um império próspero. A Londres Branca: um lugar onde se luta para controlar a magia, e onde a magia reage, drenando a cidade até os ossos. E era uma vez... a Londres Negra. Mas ninguém mais fala sobre ela.
Oficialmente, Kell é o Viajante Vermelho, embaixador do império Maresh, encarregado das correspondências mensais entre a realeza de cada Londres. Extra-oficialmente, Kell é um contrabandista, atendendo pessoas dispostas a pagar por mínimos vislumbres de um mundo que nunca verão. É um hobby desafiador com consequências perigosas que Kell agora conhecerá de perto.
Fugindo para a Londres Cinza, Kell esbarra com Delilah Bard, uma ladra com grandes aspirações. Primeiro ela o assalta, depois o salva de um inimigo mortal e finalmente obriga Kell a levá-la para outro mundo a fim de experimentar uma aventura de verdade.
Magia perigosa está à solta e a traição espreita em cada esquina. Para salvar todos os mundos, Kell e Lila primeiro precisam permanecer vivos.

Resenha:

Nesse mês, consegui ler alguns livros que estava muito ansiosa para ler desde que comprei; Um Tom Mais Escuro de Magia era um deles, depois de ler A Guardiã de Histórias fiquei definitivamente apaixonada pela escrita da autora, então não precisou de muito para ler esse livro. Além disso, a divulgação que fizeram no Mochilão da Record no Rio de Janeiro deixou-me desejando ainda mais esse livro.

Kell é um dos últimos Antari, um dos únicos que ainda consegue atravessar as diversas Londres com sua magia; é estritamente proibido e impossível viajar entre as Londres sem ser a mando do Rei ou Rainha, desde o que aconteceu com a Londres Negra a vida entre as múltiplas Londres tem sido assim. Ninguém sabe muito bem o que aconteceu, apenas que magia está envolvida.

Por ter “carta branca” para atravessar e viajar entre essas Londres sem sofrer muitos danos, Kell aproveita para contrabandear alguns itens com outras pessoas que possuem esse mesmo “hobby”, uma troca perigosa e proibida que pode acarretar em consequências perigosas e desafiadoras, e é em realizando um desses contrabandos que Kell entrará em uma missão arriscada e que colocará sua vida em risco.

Possuindo algo que pode trazer guerra e escuridão para o seu mundo, Kell precisará descobrir como devolver ou até destruir aquele objeto, mas antes acaba sendo roubado por Lila e assim o caminho dos dois parece ter um ponto em comum. Por mais que tente se afastar dessa ladra, o viajante acaba tendo sua vida salva e é obrigado a levá-la em sua missão, fazendo com que a garota se aventure entre esses novos “mundos” até então desconhecidos por ela.

Lila é hilária e muito ardilosa; a garota é uma ladra e assassina nata, desde pequena foi independente e seu passado não é nada agradável, o que fez-me admirá-la ainda mais. Amei essa personagem por ser forte, perspicaz, inteligente, observadora e sarcástica; o jeito como consegue provocar e brincar com o Kell é bastante cômico. Podem esperar bastante cenas hilárias e de tirar o fôlego quando ela entrar cena junto com o Kell. Sem essa protagonista, o livro não teria a essência divertida e desafiante que só ela possui.


“ – O que você é? – perguntou ele, maravilhado.Lila apenas deu de ombros.– Teimosa.”
Kell é um Antari muito jovem e carrega uma marca que o é um indício de quem ele é para as outras pessoas; para muitos é respeitado e temido, para outros é desejado e odiado, mas para o Rei e para a Rainha é como alguém da família, já que foi adotado por eles aos cinco anos de idade. Aliás, dessa idade para trás, Kell não sabe de onde veio e menos ainda quem foram seus pais; seu passado é um grande mistério, apenas sabe poucas coisas sobre si como seu próprio nome. O mistério começa antes mesmo de chegarmos ao verdadeiro mistério e trama dessa história.

Holland é o segundo e último Antari. Diferente de Kell, sua Londres é a pior de todas, com exceção da Negra; seus reis são os piores possíveis, são ninguém menos que os irmãos gêmeos Dane: Astrid e Athos. Eles são os personagens mais aterrorizantes e desprezíveis que já conheci; as atrocidades que fazem e a forma como vivem são mesquinhas e cruéis. Imaginem duas serpentes em dois corpos humanos são esses dois, mas acabei gostando de odiar esses irmãos. Acho que a essência de vilão que eles possuem é o que falta em muitos livros para tornaram-se inesquecíveis.

A história de como surgiu as quatro Londres é fascinante e ao mesmo tempo pesarosa, consegui perceber um pouco de injustiça, egoísmo e autoproteção nas ações dos personagens que dividiram as Londres, e consigo até entender um pouco do ódio de alguns, afinal até onde é justo e certo cultivá-lo para proteger-se? É o certo escolher e seguir por linhas tortas para conseguir o destino que parece correto? Ambição e poder são tão ruins assim? Essa história é um grande livro cheio de questões externas para talvez poder entender as ações de muitos personagens.
“ – Me diga uma coisa, você subestima todo mundo ou só a mim? É porque sou uma garota?– É porque você é humana – explodiu ele. – Porque você pode ser a alma mais valente e destemida que eu já conheci, mas ainda é muito mais feita de carne e osso do que de poder.Astrid Dane é feita de magia e maldade”.

Não posso deixar de destacar Holland, apesar de ser impiedoso e até um grande filho da mãe em inúmeras cenas, consegui sentir um pouco de empatia por ele. Gostaria de ter conhecido mais de sua história e espero que talvez tenha nos próximos volumes, ou tenha pelo menos um spin-off sobre seu passado. Diferente dos irmãos Dane, a raiva que sentia por ele era passageira e diminuía a cada capítulo, seu papel no enredo é fundamental e bastante importante.

Com uma escrita ágil, fantástica e brilhante, Schwab nos faz aventurar-se entre as múltiplas Londres com grande destreza e emoção. Sentia-me parte da história enquanto acompanhava os desafios que os personagens enfrentavam; os lugares nos quais entravam e fugiam encantava-me e deixava-me aflita, os becos e esquinas de Londres nem sempre são confiáveis. Com uma intensidade e aprofundamento que só ela consegue adicionar nas histórias e seus personagens, Schwab me fez sentir acolhida, feliz, triste e ansiosa para desbravar as páginas e embarcar nessa aventura com uma grande emoção e magia. Kell e Lila são a dupla de personagens que sempre quis encontrar em muitas histórias, duas pessoas completamente diferentes, mas que acabam encontrando um mesmo ideal ao qual lutar.

Fiquei novamente apaixonada e apegada a mais uma história, são novos personagens e uma novo enredo e mundos, mas senti um pouco de familiaridade com A Guardiã de Histórias, aquela sensação de já ter passado e lido aquela história mesmo não tendo nada a ver com o livro citado, acho que estava percebendo alguns traços da autora nesse novo romance. Espero ansiosamente pela tradução da continuação e por novas histórias dessa autora; posso dizer que já virei fã. Soube que ela publicou um livro chamado A Bruxa de Near pela Editora Planeta e espero poder lê-lo em breve, pois necessito de qualquer coisa escrita por essa magnífica autora.

Fico aliviada pela Editora Record ter colocado essa capa ao invés da outra que vi; não que fosse feia, mas essa de longe é a mais linda e que mais condiz com a história. A tradução Ana Carolina Delmas ficou incrível, a revisão está ótima e a diagramação ficou adequada ao livro.

Se você gosta de fantasia, mistérios e uma boa dose de diversão, não pode deixar de embarcar nessa aventura e descobrir a magia que tem entre as quatro versões de Londres.


Comentários
19 Comentários

19 comentários:

  1. Como aprecio personagens irônicas e que acabam saindo de qualquer situação, já me encantei de cara com a mocinha Lila. Bom humor e sarcasmo sempre deixam qualquer leitura mais prazerosa.
    Acompanhei a resenha do primeiro livro e claro que a vontade de ler essa saga só aumentou agora. A autora parece desenhar muito bem a trama e envolver todos os personagens!
    A capa é realmente belíssima!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Thais, tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas só de se tratar de uma fantasia muito bem construída já fico com vontade de explorá-la. Adoro personagens irônicas, Que tiveram que lutar para se manter viva e que possuem a força dentro de si.
    A capa é muito bonita e me remete ao mistério, algo nebuloso, e eu simplesmente adoro isso. Parabéns pela resenha, me vi sentindo o livro com todas as suas nuances!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
  3. Oi Thais!

    Nem preciso dizer que quero neh? Amo fantasia e essa capa... nossa, está linda demais!
    Tbm adorei sua resenha, me deixou mega curiosa! Espero ter a oportunidade de lê-lo logo!

    PS: Inveja branca aqui de vc ter ido no mochilão da Galera... eu queria tanto poder ir.... :'( rsrsrsrsrs

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. So escuto elogios para com esse livro e fico desejando ler haha
    Gostei muito da resenha, só atiçou ainda mais minha curiosidade ❤️

    ResponderExcluir
  6. Oi, Thais!
    Menina, eu não sabia que a Record já tinha lançado esse livro. Eu vi ele cadastrado no skoob, mas pra mim eram boatos ahahhahahahah Eu tive de ler mesmo em inglês.
    Eu gostei muito da história e estou bem animada para os outros livros.
    Eu também senti raivinha do Holland em alguns momentos, mas logo passou.
    Agora o que eu queria mesmo era o casaco do Kell. Nunca mais iria precisar comprar casaco hahahahha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário
    Participe da promoção de três anos de Um Oceano de Histórias
    Participe do Sorteio de Final de Ano

    ResponderExcluir
  7. Gostei bastante da resenha, esse livro não tinha me chamado nada a atenção. Talvez por causa da capa, mas realmente nem tinha visto nada sobre ele. Agora fiquei bem surpreendida.

    Bjks

    ResponderExcluir
  8. Oi, Thais! Tudo bem?

    Eu achei o enredo desse livro muito interessante, até me lembra um pouco Lugar Nenhum do Neil Gaiman, que também tem mais de uma Londres.
    Só fico meio assim por ser uma série de livros, confesso que tenho preguicinha, hehe.

    Beijinhos, Hel.

    leiturasegatices.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Helena! Tudo ótimo!
      Eu sou louca pra ler esse livro do Neil Gaiman, só ouço elogios. Vou tentar ler ano que vem!
      Eu também tenho preguiça de série mas essa eu não resisti <3
      Beijos e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  9. Oi, Thaís!!
    Gostei muito de conhecer esse livro Um tom mais escuro de magia, devo confessar que já estou de olho nele deste o seu lançamento mais infelizmente ainda não deu para adquirir esse livro!! Mais quero muito ler essa obra e tenho lido resenhas falando muito bem sobre ele.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  10. Oi, Thais!
    Eu li há um tempo resenha desse livro e fiquei morrendo de vontade de ler. Agora com sua resenha fiquei mais ainda!
    Não li ainda A Guardiã de Histórias, mas também quero.
    Todo mundo fala tão bem da escrita dela!
    Tenho certeza que essa vai ser uma leitura que vou adorar porque tem vários elementos que adoro: fantasia, ação, correria <3

    Beijooooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  11. Thaís!
    Gostaria de me aventurar na leitura desse livro carregado de ação, mistério e suspense e poder conhecer as quatro Londres, junto com os antari que restaram.
    Deve ser um ótimo livro.
    “O Natal não é um momento nem uma estação, senão um estado da mente. Valorize a vida.” (Desconhecido)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  12. Oi Thais, tudo bem? Acho que já descobri o que pedir de natal, adorei a história e tem tudo a ver comigo, com meu gosto. Suas resenhas sempre fazem com que eu me apaixone pelos livros.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  13. Eu não conhecia este livro, mas como gosto de ler livros de fantasia, sem dúvidas fiquei interessada e bem curiosa em ler este livro, está capa está muito bonita, adicionei Um tom mais escuro de magia em minha lista de leituras e pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia este livro, ando tão sem tempo para ler, na correria. Posts assim me deixam com sdd de uma boa leitura! Beijos

    https://amebatom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Estou com esse livro na minha lista de desejados, já a um tempinho. E sempre que leio uma resenha, como a sua, fico mais ansiosa para fazer a leitura.
    Adoro esse gênero e a premissa é muito inteligente e cativante.
    Resenha perfeita. Obrigada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o livro, mas pelo título, capa, sinopse e essa resenha incrível, não teve como não gostar. Sou uma grande fã de fantasia e adorei a forma que o enredo foi construído, além de todos os personagens se mostrarem bem interessantes.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  17. Apesar de fantasia não ser meu gênero favorito, gostei da premissa desse livro. Gostaria de saber a origem dessas Londres citadas aí.
    A diagramação está bem bonita, também.

    bjs

    ResponderExcluir
  18. Me falaram muito bem dele...eu gosto de história de fantasia, quero muito ler esse livro, parece ter um ótimo enredo e personagens, o livro também é bem bonito.

    ResponderExcluir

© Desbravador de Mundos - Todos os direitos reservados.
Criado por: Marcos de Sousa.
Layout por Fernanda Goulart.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo