27/08/16

Resenha: Felicidade Incurável

Título: Felicidade Incurável
Autor: Fabrício Carpinejar
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 9788528620580
Ano: 2016
Páginas: 272
Compre: Aqui

Sinopse:

A “Felicidade Incurável” é aquela que nunca está reunida em um único lugar; é aquela que nem a tristeza consegue levar. A felicidade incurável contraria diagnósticos e medos, supera fobias e traumas e não se diminui perante o pessimismo dos outros. A felicidade incurável é aquela que não adoece. Com uma passionalidade reflexiva e racional, o autor, notável por sua prosa absolutamente passional e sincera, protege seu ímpeto sem perder a responsabilidade. Um atlas do que Carpinejar acredita ser um relacionamento, Felicidade Incurável trata de mudança de mentalidade amorosa e da família, diferentes fins de casamento, amizades em tempos eletrônicos, divertidas implicâncias de casal, debate sobre o que é alegria e liberdade e sugere: seja feliz por uma questão de justiça pessoal.

Resenha:

Depois de ler Amor à moda antiga, percebi que precisava ler mais textos do Carpinejar. Apostei nas crônicas, gênero que figura entre os meus favoritos. Felizmente, encontrei nessa obra textos ainda mais profundos do que na anterior, mostrando-me ainda mais facetas desse escritor tão elogiado na atualidade.

Resenha: Doce Vampira

Título: Doce Vampira
Autora: Ju Land
Editora: Avec Editora
ISBN: 9788567901275
Ano: 2015
Páginas: 197
Compre: Aqui

Sinopse:

Os vampiros se revelaram ao mundo, mas ainda sofrem muitas desconfianças dos humanos. Apaixonadas Duda e Esther precisam lidar com todos os tipos de discriminação por serem de raças diferentes e ambas do mesmo sexo. Será que o amor delas sobreviverá a segredos e ao fanatismo? Descubra nesse romance com toques de drama e mistério. Entre de cabeça no universo fantástico criado pela escritora Ju Lund.

Resenha:

Muitos já estão saturados dos tais vampiros, eu sei. Se você é um desses, não desanime de ler essa resenha. Garanto-te que Doce Vampira é totalmente diferente dos livros vampirescos que você encontra por aí. O motivo é simples: Ju Land conseguiu inovar dentro de um tema já batido. Como? Continue lendo para saber mais.

26/08/16

Resenha: O Peso da Gravata

Título: O Peso da Gravata
Autor: Menalton Braff
Editora: Primavera Editorial
ISBN: 9788555780080
Ano: 2016
Páginas: 176
Compre: Aqui

Sinopse:

Esta coletânea de contos originais do autor Menalton Braff traz diversos universos, a partir de diferentes pontos de vista. Mergulha-se no realismo fantástico, com histórias como a de um sobrado degradado pelo tempo, e a de um personagem morto que caminha em direção ao seu próprio túmulo. Alguns contos permeiam, ainda, a cruel realidade da rotina, do dia a dia, da morte e da vida. O leitor é convidado, ao final do livro, com o conto Jardim Europa, a entrar no mundo de um condomínio prestes a ser invadido.

Resenha:

Até ler essa obra, desconhecia por completo Menalton Braff. Aliás, só dei uma chance para seu trabalho porque o autor já foi duas vezes finalista do Prêmio Jabuti, o que é um excelente feito. Ao terminar a obra, entendi o motivo das indicações e passei a ter apreço pelo trabalho do escritor. Afinal, transmitir intensidade e profundidade em um conto, que é uma narrativa bem mais curta, é tarefa árdua. Felizmente, Braff domina essa arte.

25/08/16

Resenha: O Amor nos Tempos de #Likes

Título: O Amor em Tempos de #Likes
Autores: Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francioni, Pedro Pereira
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501075581
Ano: 2016
Páginas: 272
Compre: Aqui

Sinopse:

Quatro grandes booktubers se unem em uma coletânea que reinventa contos românticos na era digital
Os tempos mudaram, mas e o amor? Continua a dar aquele frio na barriga e fazer os jovens atravessarem quilômetros para viver uma paixão? Em O Amor nos tempos de #likes, quatro booktubers se inspiram em três histórias da literatura para criar suas versões de contos românticos na era digital. Uma bela, jovem e famosa youtuber com medo do amor; um casal inesperado em um encontro às escuras (literalmente) e dois meninos apaixonados por livros tentando entender quem são e o que querem são os protagonistas destes contos que evocam Orgulho e Preconceito (Pam Gonçalves), Dom Casmurro (Bel Rodrigues) e Romeu e Julieta (Pedrugo).

Resenha:

Resenha escrita pela Thaís Snape.

Quando recebemos o livro O Amor nos Tempos de #Likes, parecia até que a Galera estava adivinhando que eu queria ler o livro para saber como ele era. O resultado não poderia ter sido melhor, eu adorei as histórias e devorei-as com facilidade e rapidez, além disso, acabei com um preconceito que tinha. Quer saber o quê? Confira abaixo.

24/08/16

Resenha: Fogo Cruzado

Título: Fogo Cruzado
Autor: James Patterson
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580410525
Ano: 2012
Páginas: 208
Compre: Aqui

 Sinopse:

Em meio aos preparativos para seu casamento com a detetive Bree Stone, Alex Cross é chamado pelo Departamento de Homicídios de Washington para resolver o assassinato de dois dos homens mais poderosos – e corruptos – da cidade. Quando o ardiloso homicida, um atirador de elite, age novamente, exterminando outros integrantes da alta-roda, as opiniões ­ficam divididas: será que ele é um herói ou apenas um justiceiro?
A onda de mortes continua e o FBI designa o agente Max Siegel para o caso. Enquanto ele e Cross disputam quem será o responsável pela investigação, fica claro que o autor dos disparos sabe de detalhes da rotina das vítimas que só alguém que conhece o círculo íntimo delas poderia descobrir.
Enquanto se divide entre o franco-atirador, a rivalidade com Siegel e os planos para o casamento, o detetive recebe um telefonema de seu maior inimigo, Kyle Craig. Ele escapou da penitenciária de segurança máxima, para onde foi mandado por Cross, e não vai descansar até conseguir se vingar.

Resenha:

Apesar de gostar do autor, começo achar que é impossível um admirador brasileiro do trabalho de James Patterson ler suas séries na ordem correta. Os livros são lançados por editoras diferentes e muitos estão esgotados há tempos. Porém, o lado bom é que os livros são independentes e, apesar de ser uma série, pouco se perde em ler as séries fora da ordem.

Lançamento: Talismãs

Sinopse:

Talismãs – livro 3 de Uma geração, todas as decisões.
E se você descobrisse que a Terra guarda grandes segredos?
E se esses segredos fossem poderosos o suficiente para modificar o rumo de nossas vidas?
A aventura dos Melbourne continua de forma avassaladora. Os conflitos se entrelaçam e emolduram um quadro muito maior, e muito, muito pior do que acreditávamos ser! Agora, mais do que nunca, um único erro pode levar todas as raças da Terra ao caos total. Nunca o destino exigiu tanto de nossos personagens. Perigos inimagináveis permeiam a escuridão do oceano, nossos mais profundos pensamentos não estão mais seguros. O bravo Cisne talvez não resista até o fim da jornada.

Conflitos serão elevados a patamares que você nunca ousaria imaginar. Está preparado para experimentar o melhor que Eleonor Hertzog já apresentou?

23/08/16

Resenha: A Caçadora de Bruxos

Título: A Caçadora de Bruxos
Autora: Virginia Boecker
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501073006
Ano: 2016
Páginas: 308
Compre: Aqui

Sinopse:

Na Ânglia do século XVI, a prática da magia é ilegal e infratores são queimados nas fogueiras. Elizabeth Grey é uma das melhores caçadoras de bruxos do rei: ela localiza e captura Reformistas, rebeldes suspeitos de praticar feitiçaria para que sejam julgados e executados, conforme manda a lei. Até que, inexplicavelmente, ela é incriminada e acaba presa sob a acusação de praticar a arte que se dedicou a erradicar. A salvação, no entanto, acaba vindo na forma de seu maior inimigo: Nicholas Perevil, o mago mais poderoso e procurado de Ânglia. À medida que Elizabeth se associa aos Reformistas, suas crenças sobre a legitimidade da proibição da magia são profundamente abaladas. Ela se vê em meio a uma contenda política de proporções épicas e percebe que seus antigos aliados agora são seus inimigos mortais. Será que Elizabeth está pronta para decidir de qual lado está sua lealdade, afinal de contas?

Resenha:

Resenha escrita pela Thaís Snape.

Como é bom terminar um livro sentindo que teve uma leitura tão boa e merecedora do seu tempo. Tenho dado muita sorte com os livros que tenho lido, acho que poucos foram os livros que realmente decepcionaram-me ao longo desses anos de leitura. Com A Caçadora de Bruxa, tive uma surpresa enorme, não estava com muitas expectativas com a história, pensei que seria algo previsível e até clichê mas NÃO, foi um livro que adorei logo nas primeiras páginas. Quer saber o porquê? Confira abaixo.
© Desbravador de Mundos - Todos os direitos reservados.
Criado por: Marcos de Sousa.
Layout por Fernanda Goulart.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo